Projeto Primeiros Olhares atende mais de 300 crianças no Parque das Indústrias

Estudantes de escola do bairro tiveram consulta com especialista e os que precisaram receberam doação de óculos e lentes.

A proposta do projeto Primeiros Olhares, criado em 2006 pelo Hospital de Olhos de Londrina, é prestar atendimento e orientar os pais sobre a necessidade deles acompanharem o desenvolvimento oftalmológico dos filhos desde a primeira infância. No sábado, a ação social foi realizada no Centro Municipal de Educação Infantil Vilma Eliza Colombo Ribeiro, que fica no Parque das Indústrias.

O projeto do Hoftalon, que tem o apoio da Secretaria Municipal de Educação, leva às escolas pré-selecionadas da rede municipal um consultório oftalmológico completo. Nele, são realizadas as consultas e exames. Em parceria com o SENAC, as crianças que necessitam de óculos recebem as lentes e armações. Só no sábado foram atendidas 340 crianças da instituição.

O oftalmologista Nobuaqui Hasegawa, que criou o projeto, explica que a ideia é prevenir problemas mais sérios. O médico diz que cerca de 5% das crianças examinadas têm algum problema e acabam precisando dos óculos.

Todo mês um Centro de Educação Infantil, municipal ou filantrópico, é escolhido para receber o projeto, que tem como público alvo crianças de 0 a 5 anos.

A dona de casa Eliana Ribeiro levou o filho Arthur, de quatro anos, para fazer os exames e ver se está tudo certo. Ela conta que o garoto já foi uma vez ao oftalmologista, em uma situação de urgência, e que decidiu ir ao projeto no sábado por não ter condição financeira de pagar por uma consulta.

Desde 2006, o Primeiros Olhares já atendeu mais de 3 mil crianças de 89 escolas da rede municipal de ensino. Em 13 anos de projeto, também foram doados quase 300 óculos para as crianças atendidas.

 

Por Marcos Garrido

1
Olá, está precisando de assessoria? Vamos conversar?
Powered by